Ciclos Femininos,  Consciência,  Ginecologia Natural,  Mulher Sagrada

Gin-Ecologia Natural

Uma antiga arte, esquecida ao longos das gerações. Mulheres banidas da sociedade, queimadas em praças públicas. O medo se instaurou, a névoa densa escureceu a conexão, escondendo os saberes, tornando-os segredos para suas guardiãs. Mulheres fortes, mulheres sábias, mulheres atentas aos ciclos, filhas da terra, guardiãs das 8 direções sagradas, alinhadas com o céu e o mar, manifestavam em terra sua essência criativa e curadora. Mulheres sagradas que foram caladas pela sociedade patriarcal.

A filosofia da ginecologia natural busca o resgate da mulher integral, um convite à prática da escuta ativa ao corpo e emoções, com atenção aos ciclos, compreendendo a inteireza de nossas vidas como um reflexo das relações entre o corpo e seus hábitos, emoções, pensamentos, alimentação.

As patologias ginecológicas refletem os processos psico-emocionais e biológicos da mulher, os sintomas são o convite à compreender o contexto da doença e agir de forma amorosa com o todo, reconhecendo todas as atividades que interferem na vida da mulher para curar a causa desta doença.

A prática está além de fitoterápicos e receitas prontas, a ginecologia natural inicia com a conscientização de quem somos, de forma integral, reconhecendo nossos ciclos internos e movimento externo, busca a menstruação com caminho espiritual, com atenção aos processos emocionais, à qualidade dos pensamentos, observação do corpo como base para estudo e autoconhecimento, cada mulher é única, tem necessidades únicas.

Ouça seu ventre, ouça sua verdade, e se permita silenciar e estar disponível para si própria, desperte a curandeira interior acolhendo quem você é, conhecendo a si mesma. A ginecologia natural é um estado de espírito, é a presença em sua verdade, acolhe a história de vida de cada mulher!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *