Imbolc

Conforme Dagda tocava, os ciclos dançavam ao som da sua harpa das estações e chegavam a um período especial chamado de Imbolc. Ligado aos movimentos da natureza, esse era um período reconhecido, não apenas pelos Druidas, mas também por diversos outros povos, como os Gregos, os Astecas, os Tibetanos e posteriormente, os Católicos.

No hemisfério norte era comemorado nos dias 1 e 2 de fevereiro, enquanto que no hemisférios sul, esse período de festa coincide com os dias 1 e 2 de agosto. Em ambos os casos, após o solstício de inverno.

snow-winter-storm-wind-tree
Cailleach – O inverno

Segundo algumas lendas Irlandesas, nessa época Cailleach, a Velha Senhora do Inverno iniciava uma longa jornada em direção à ilha mágica, onde no centro de um floresta se encontra o poço da juventude.

Ao chegar nesse local sagrado, ela aguarda o momento em que o primeiro raio de sol iluminará uma fenda entre as rochas, de onde brota borbulhante uma água milagrosa. Com respeito e gratidão à vida, ela bebe dessa água e se transforma em Bride (ou Brighid), a dama da primavera.

 

Nessa época também outros rumores contavam que Bride era mantida prisioneira de Cailleach durante o inverno, no retiro de neve de Ben Nevis. Ela é resgatada pelo filho de Cailleach que foge com ela, se esquivando das poderosas tempestades criadas por sua mãe com o objetivo de mantê-los separados.

brigid
Brighid

Durante os dias de Imbolc, acreditava-se que a Brighid viajava pelas terras, abençoando as pessoas e seu gado. Era deixado bolo, pão e manteiga do lado de fora da janela, como uma cortesia para ela. Algumas vezes também era deixado um feixe de milho, para sustentar a vaca branca que viajava junto a Brighid.

cruz-brigit

Uma forma de honrar o retorno da deusa e pedir por sua proteção era confeccionar a cruz de Brighid e pendurá-la dentro da casa e às vezes nos estábulos. Essa ação garantiria um ano de proteção para o lar, seus moradores e o gado.

Segue um link no youtube de com opções de videos de como fazer a cruz deBrighid: https://www.youtube.com/results?search_query=cruz+de+brigit+

Outros povos como os Astecas, os Tibetanos e os Gregos também reconheciam a importância desse festejar e honrar à natureza. Assim como os celtas, celebram e honram o retorno da luz, da fertilidade da terra, da criatividade através da arte da poesia e da arte da forja. A religião cristão absorveu esses costumes e realiza essa celebração com o nome de Festa da Candelária, em honra à Virgem da Candelária.

Este é o único dos oito festivais totalmente entregue à Deusa Mãe sob muitos nomes, Brighid com a deusa central de três, cada uma representando um estação. É uma cerimônia silenciosa, com água, luz e leituras apresentando as múltiplas formas da deidade feminina.

Nuinn (1)

Sendo esta uma época em que os dias começam a se tornar mais longos e as noites mais curtas. Os pescadores se deparam com mares calmos para pesca, os corvos começam a fazer seus ninhos e os primeiros filhotes nasciam. Gradativamente as terras se tornam mais macias e adquirem cor esverdeada.

Estamos entrando em um tempo de aceleração e ascensão. Um momento em que os grãos começam a explodir no útero da terra. As plantas retomam seu crescimento de forma exponencial e as primeiras flores aparecem. É uma estação cuja a natureza reflete toda a força de parição e crescimento. É a primeira agitação fetal da primavera no útero da Terra.

semente

Simbolizando o retorno da luz e os oito festivais celtas, temos oito velas. A água em uma grande bacia simboliza o fluxo de vida acontecendo. Essas oito fontes de luz, sustentadas pelo fluxo da vida formam o centro do círculo.

Ao seu redor encontram-se flores, pão, manteiga, queijo, leite e milho. Deliciosos frutos dessa vida, para serem compartilhados entre todos. Em um clima de tranquilidade e paz, poesia, música e arte são mais alimentos livremente oferecidos.

(1)  Material de estudo da OBOD

(2) The Year in Ireland. Irish Calendar Customs – Kevin Danaher

Gostou? Deixe sua opinião nos comentários! Sugestões são bem-vindas! 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: